Crescer com Afecto

Saúde Pais e Filhos

Pilates Clínico – coluna protegida, corpo e mente sãos

Physiotherapy: Senior man and physiotherapistSabia que cerca de 80% das pessoas sente ou poderá vir a sentir dor na coluna? E que, na maioria dos casos, a causa está relacionada com uma postura incorreta e/ou com hábitos de vida sedentários?

Na sequência deste problema, torna-se cada vez mais importante corrigir ou prevenir possíveis desequilíbrios musculares responsáveis pelas posturas incorretas, assim como reforçar a ativação dos músculos responsáveis pelo suporte de toda a coluna. Faz, por isso, cada vez mais sentido, a prática de atividades como o Pilates Clínico. Mas, então, em que se baseia este método de treino terapêutico?

Método Pilates

Conhecido inicialmente como “Contrologia”, o método Pilates, criado por Joseph Pilates, em 1920, considera o controlo consciente de todos os movimentos musculares do corpo, com o objetivo de melhorar a saúde (física, mental e espiritual). Os seus fundamentos são: concentração, respiração, precisão, controlo, fluidez de movimentos e centralização (ativação do centro de força – músculos profundos da região abdominal, lombar e pélvica).

Pilates Clínico – qual a diferença?

Tendo em consideração as mais recentes investigações científicas sobre a estabilidade dinâmica, a postura e os movimentos potencialmente prejudiciais do método original de Joseph Pilates, fisioterapeutas australianos desenvolveram, na década de 90, o Pilates Clínico.

Consiste, assim, num conjunto de exercícios terapêuticos, adaptados dos exercícios originais, divididos em vários graus de dificuldade e que, quando executados regularmente, sem a ocorrência de compensações e com uma progressão adequada, trazem benefícios para a saúde.

Captura de Ecrã (7)

 Os Benefícios

  • Correção postural;
  • Melhoria da consciência corporal;
  • Melhoria da força, resistência e flexibilidade muscular;
  • Aumento da estabilidade corporal;
  • Melhoria do controlo respiratório;
  • Melhoria da coordenação motora;
  • Aumento da concentração;
  • Melhoria do equilíbrio;
  • Relaxamento e bem-estar psicológico;
  • Alívio e prevenção de sintomatologia dolorosa;
  • Prevenção e tratamento de disfunções do pavimento pélvico;
  • Alívio da tensão e fadiga muscular.

Tratamento e prevenção da dor na coluna

Quando a dor na coluna surge, ocorre uma resposta de proteção: uma desativação dos músculos posturais (ou profundos), que têm como função manter a sustentação da coluna. À medida que a dor se torna recorrente, a função destes músculos deixar de ser desempenhada e, consequentemente, ocorre um enfraquecimento muscular. Enquanto os músculos posturais são desativados, os músculos superficiais, responsáveis pelo movimento, assumem a função postural. Desta forma, estes músculos rapidamente se sobrecarregam, entrando em espasmo, as conhecidas “contraturas” e provocando ainda mais dor.

O Pilates Clínico, através da ativação do centro de força (ou músculos posturais), contribui para uma maior estabilização das articulações, principalmente da coluna vertebral, prevenindo e tratando a dor.

Durante a Gravidez

iStock_0000163675112Small

Por ser um método de treino seguro, confortável e de baixa intensidade e impacto, o Pilates Clínico é altamente apropriado para a mulher grávida. Além disso, apresenta benefícios específicos e muito importantes para esta fase da vida, nomeadamente o fortalecimento de músculos essenciais para o trabalho de parto e para a prevenção da incontinência urinária, a melhoria do controlo da respiração (que favorece o relaxamento durante as contrações), o aumento da consciência corporal, o alívio da dor de costas e o aumento da energia, da autoestima, da confiança e da sensação de bem-estar.

Qualquer mulher grávida sem contraindicação médica para a prática de exercício físico poderá praticar Pilates Clínico, a partir do 2º trimestre e até ao momento do parto.

[Por Nelma Paiva, Fisioterapeuta na Crescer com Afecto – Saúde Pais e Filhos]

Bibliografia

  • Anderson. Introduction to Pilates based rehabilitation. Orthop Phys Ther Clin N Am. 2000; 9: 395-410
  • Gustafsson MK, Stafne SN, Romundstad PR, Mørkved S, Salvesen KÅ, Helvik A-S. The effects of an exercise programme during pregnancy on health-related quality of life in pregnant women: a Norwegian randomised controlled trial
  • Lim. Effects of Pilates-based exercises on pain and disability in individuals with persistent nonspecific low back pain: a systematic review with meta-analysis. Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy. 2011; 41(2): 70-80
  • Owsley. An introduction to clinical Pilates. IJATT. 2005; 10(4): 19-25
Anúncios

Os comentários estão fechados.